Relatos da ditadura: memórias divulgadas pela imprensa brasileira a partir dos trabalhos da Comissão Nacional da Verdade

Fernanda Nalon Sanglard, Marise Baesso

Resumo


 

O artigo discorre sobre a construção de uma nova memória acerca da ditadura militar, proporcionada pela instalação da Comissão Nacional da Verdade, em 2012, e pela cobertura midiática sobre as ações do grupo. O movimento iniciado a partir dos trabalhos da comissão demonstra que o Brasil ainda desconhece parte de sua história. Se os produtos jornalísticos contribuem de maneira decisiva para informar a população sobre as coisas do mundo, torna-se fundamental refletir sobre como atuam no processo de divulgação de iniciativa tão relevante para a democracia do país. Por isso, o trabalho se propõe a analisar as reportagens disponíveis nos sites e portais dos principais veículos jornalísticos do Brasil na ocasião da celebração de um ano da instalação da comissão. O intuito é verificar como o jornalismo vem contribuindo (ou pode contribuir) para a construção de novas narrativas sobre o período da ditadura.


Palavras-chave


Memória; Ditadura militar; Comissão Nacional da Verdade; Jornalismo

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2014v11n1p51

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons