Uma análise comparada dos códigos de ética jornalística nos países da América do Sul

Regina Cazzamatta

Resumo


 

Resumo: Este artigo estuda, por meio da análise do conteúdo qualitativa, dez códigos de ética jornalística em países da América do Sul. Por meio de tais documentos pretende-se averiguar padrões de comportamentos ou auto-entendimento da profissão na região. Apesar das críticas em relação à falta de sanções desses códigos, uma análise dos mesmos pode elucidar bastante a cultura jornalística de uma determinada área do globo. Uma das principais conclusões é que, por exemplo, os jornalistas da região vêem o conceito de neutralidade e objetividade com bastante ceticismo e se identificam muito mais com o papel do jornalista engajado pelas causas sociais e não do informante neutro. Ao longo do trabalho serão abordados temas como a ética jornalistas e seus problemas; os objetivos e funções dos códigos de ética, assim como as diferenças e semelhanças entre os diversos documentos dos países. Palavras chaves: códigos de ética, jornalismo, neutralidade, veracidade, objetividade. 


Palavras-chave


Jornalismo; Mídia; Comunicação; Jornalism; Media; Communication

Texto completo:

artigo


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2015v12n1p186

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons