Telejornalismo ou jornalismo para telas: a proposta de um campo de estudos

Cárlida Emerim

Resumo


O artigo propõe sistematizar os resultados obtidos em diferentes pesquisas em torno do telejornalismo, realizadas desde 2012 no âmbito do Programa de Pós-graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina. Efetivamente, buscando desenvolver conceitos operacionais para o campo, além de explicitar uma proposta de análise dos objetos do telejornalismo que parte da Semiótica Discursiva, postulada por Algirdas Julien Greimas. Para tanto, recorre à revisão bibliográfica articulada com os resultados dessas pesquisas empreendidas pela autora nos últimos cinco anos, apresentando também prospecções de estudos em torno do telejornalismo assumido como um jornalismo para múltiplas telas, não apenas aquele destinado especificamente ao suporte de transmissão televisual.


Palavras-chave


Telejornalismo; Inovação: Linguagem; Semiótica Discursiva

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2017v14n2p113

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons