A questão do entretenimento: o sucesso do infotenimento na crítica audiovisual

Sílvio Antonio Luiz Anaz

Resumo


Parte da crítica jornalística sobre produtos audiovisuais recorre a formatos, linguagens e conteúdos que buscam seduzir a audiência, praticando o que se classifica como jornalismo de entretenimento ou infotenimento. Este artigo discute a eficiência comunicacional desse modelo, a partir da reflexão sobre a conotação negativa usualmente dada a classificação entretenimento, tanto para as produções artísticas como para um tipo de jornalismo, e analisa o impacto cognitivo dos principais recursos utilizados por esses produtos. Os resultados mostram os potenciais efeitos que as formulas adotadas pelo jornalismo de entretenimento sobre filmes e series de TV tem na fruição crítica de seus conteúdos.


Palavras-chave


Entretenimento; Jornalismo; Audiovisual

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2018v15n1p142

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons