A voz narrativa no livro-reportagem ‘O jornalista e o assassino’

Laísa Veroneze Bisol

Resumo


Este trabalho objetiva analisar a articulação do narrador no jornalismo literário através do livro-reportagem O jornalista e o assassino, de Janet Malcolm. Sabendo que o estudo sobre o narrador é escasso na área da comunicação nos valemos, especialmente, das premissas de Walter Benjamin que, entre outros autores, elucida as questões narrativas permitindo a interdisciplinaridade. Concluímos, a partir desta pesquisa, que o narrador da obra analisada busca utilizar uma linguagem próxima à oralidade e apresenta um tom de conselho aos receptores. Além disso, esse narrador entrecruza-se com a figura da autora, ela que narra em primeira pessoa e não mantém distanciamento, mas, pelo contrário, apresenta-se como parte da narrativa.


Palavras-chave


Narrativa; Narrador; Jornalismo Literário; Livro Reportagem

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1984-6924.2018v15n1p98

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons