A crítica e o ombudsman: algumas interrogações sobre enunciação e discurso

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2019v16n1p57

Palavras-chave:

Crítica de mídia, Ombudsman, Greve dos caminhoneiros

Resumo

Diante das inúmeras realizações de crítica de mídia, pretendemos examinar, aqui, a modalidade de crítica que se realiza nas intervenções de um ombudsman. Supomos, de um ponto de vista de análise do discurso, que tal intervenção fala sobre os modos de ser da prática jornalística em relação ao campo como um todo e em relação à política editorial do veículo. Ao mesmo tempo, supomos que as manifestações de um ombudsman também falam, ainda que como pressuposto, subentendido ou alusão, dos discursos que circulam em uma cultura. Para captar posicionamentos, exercícios de crítica e discursos, adotamos a observação das colunas de Paula Cesarino Costa, ombudsman da Folha de S. Paulo, jornal pioneiro ao inaugurar a função em 1989. Nosso foco será suas observações na semana anterior, concomitante e posterior à greve dos caminhoneiros, em maio de 2018, fato escolhido em virtude de seu alcance.

Biografia do Autor

Mayra Rodrigues Gomes, Universidade de São Paulo (USP)

Professora Titular do Departamento de Jornalismo e Editoração da Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, é bolsista de Produtividade em Pesquisa, PQ1, pelo CNPq. Concentra pesquisas em análise de discurso e processos de interdição da palavra. E-mail: mayragomes@usp.br

Referências

COSTA, Paula Cesarino. “A imprensa foi atropelada. Folha não conseguiu responder à pergunta fundamental: Quem parou o país?”. Folha de S. Paulo, dia 27 de maio de 2018. Localização: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/paula-cesarino-costa-ombudsman/2018/05/a-imprensa-foi-atropelada.shtml

COSTA, Paula Cesarino. “Mundo novo não tão admirável. Greve prejudica circulação da Folha e mostra fragilidade do jornalismo online”. Folha de S. Paulo, dia 3 de junho de 2018. Localização: https://www1.folha.uol.com.br/colunas/paula-cesarino-costa-ombudsman/2018/06/mundo-novo-nao-tao-admiravel.shtml.

MAINGUENEAU, Dominique. Análise de textos de comunicação. São Paulo: Cortez, 2005.

MAINGUENEAU, Dominique. Discurso literário. São Paulo: Contexto, 2006.

MAINGUENEAU, Dominique. Cenas da enunciação. São Paulo: Parábola, 2008.

Downloads

Publicado

2019-07-09

Edição

Seção

Núcleo Temático