Operação Moeda Verde: um fato, dois enquadramentos

Samuel Lima

Resumo


Este artigo analisa alguns aspectos da cobertura jornal da Operação Moeda Verde nas páginas de dois jornais catarinenses, ambos do mesmo grupo empresarial, a Rede Brasil Sul (RBS): o Diário Catarinense e A Notícia. As diferentes abordagens e enquadramentos suscitados pelo fato, no DC e AN, evidenciam as possibilidades de construção do discurso jornalístico. No caso, ilustram a dependência extrema da imprensa de fontes oficiais, numa inversão que tem se tornado cada vez mais comum: de pauta, a Polícia Federal e o Ministério Público acabam pautando a mídia, local e nacional. A necessidade de os meios impressos apostarem no jornalismo investigativo, como rotina e método de trabalho, está posta. O episódio também permite uma reflexão sobre a simbiose entre os campos da mídia e o da política, uma vez que a Moeda Verde investiga lideranças políticas, empresariais e funcionários públicos graduados que têm fortes relações com a mídia catarinense.

Palavras-chave


Mídia e Política; Jornalismo Investigativo; Investigative Journalism; Media and Politics

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

(Est-s Jorn. Mid.), Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. ISSNe 1984-6924.

Licença Creative Commons