Rádio no Brasil:

histórias a serem contadas

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2020v17n2p11

Palavras-chave:

História do rádio, História, Memória

Resumo

Este artigo propõe-se a provocar um debate sobre as pesquisas históricas que têm como foco objetos de estudo relacionados ao rádio brasileiro. Procura identificar os primeiros trabalhos realizados com base científica nesse campo, demonstrando que, enquanto o meio chega a seu centenário, o início da sistematização da pesquisa histórica data dos anos 1970. Na diferenciação entre história e memória, embasa-se em Carr (1996), Veyne (1998) e Le Goff (2013). Na categorização dos estudos históricos da comunicação, ampara-se em Schudson (1993). A partir desse quadro teórico-metodológico, busca uma reflexão sobre as diferenças, os méritos e os problemas de relatos biográficos, jornalísticos e históricos, bem como a respeito das lacunas existentes na recuperação dos fatos e dos personagens da trajetória das emissoras em seu contexto de época.

Biografia do Autor

Luiz Artur Ferraretto, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Doutor em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, onde atua no curso de Jornalismo e no Programa de Pós-graduação em Comunicação (PPGCOM), além de coordenar o Núcleo de Estudos de Rádio (NER).

Referências

ALBERTI, Verena. Manual de história oral. 3.ed. Rio de Janeiro: FGV, 2005.

BARBOSA, Marialva. História cultural da imprensa: Brasil – 1900-2000. Rio de Janeiro: Mauad X, 2007.

BARBOSA, Marialva. História cultural da imprensa: Brasil – 1800-1900. Rio de Janeiro: Mauad X, 2010.

BARBOSA, Marialva. Alcar – Associação Brasileira de Pesquisadores de História da Mídia: uma dupla história. Global Media Journal – Brazilian Edition. Vitória: Universidade Federal do Espírito Santo, v.1, n. 1, primavera 2009.

BOLAÑO, Cesar. Considerações sobre a economia política do rádio. Eptic – Revista Eletrônica Internacional de Economia Política das Tecnologias da Informação e Comunicação, Aracaju: Observatório de Economia e Comunicação da Universidade Federal de Sergipe, v. XIV, n. 2, maio-ago. 2012. Disponível em: <https://seer.ufs.br/index.php/eptic/article/view/417/331>.

CARR, Edward Hallett. O que é história? São Paulo: Paz e Terra, 1996.

CASÉ, Rafael. Programa Casé, o rádio começou aqui. Rio de Janeiro: Mauad, 1995.

CASTRO, Ruy. Carmen – Uma biografia. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

FEDERICO, Maria Elvira Bonavita. História da comunicação: rádio e TV no Brasil. Petrópolis: Vozes, 1982.

FERRARETTO, Luiz Artur. Radiojornalismo no Brasil: do noticiário à convergência, alguns fra-gmentos históricos. In: MOREIRA, Sonia Virgínia (Org.). 70 anos de radiojornalismo no Brasil 1941-2011. Rio de Janeiro: Editora da UERJ, 2011. p. 17-41.

MOREIRA, Sonia Virgínia. A pesquisa coletiva em mídia sonora. In: MELO, José Marques; DALLA COSTA, Rosa Maria; FONSECA, Jovina (Org.). Paradigmas brasileiros em Ciências da Comunicação. São Paulo: Intercom, 2012. p. 429-441.

FONSECA, Jovina. Uma proposta de periodização para a história do rádio no Brasil. Eptic – Revista de Eco-nomia Política das Tecnologias da Informação e Comunicação, Aracaju: Observatório de Eco-nomia e Comunicação da Universidade Federal de Sergipe, v. XIV, n. 2, maio-ago. 2012. Dis-ponível em: .

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Novo dicionário da Língua Portuguesa. Rio de Janei-ro: Nova Fronteira, 1983.

GAMBARO, Daniel. A instituição social do rádio: (re)agregando as práticas discursivas da in-dústria no ecossistema midiático. São Paulo, 2019. 452p. Tese (Doutorado em Meios e Proces-sos Audiovisuais) – Escola de Comunicação e Artes. Universidade de São Paulo.

GOLDFEDER, Miriam. Por trás das ondas da Rádio Nacional. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

HAUSSEN, Doris Fagundes. A pesquisa em rádio no Brasil: o papel do GP Rádio e Mídia Sono-ra da Intercom e dos PPG em Comunicação. In: Congresso Brasileiro de Ciências da Comunica-ção, 41, 2018, Joinville. Anais... São Paulo: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 2018. Disponível em: <http://portalintercom.org.br/anais/nacional2018/resumos/R13-1130-1.pdf>.

KISCHINHEVSKY, Marcelo et al. Chaves conceituais e objetos de pesquisa em rádio e mídia sonora no século 21. Intercom – Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, São Paulo, v. 40, n.3, p.91-108, set.-dez. 2017. Disponível em: <http://www.portcom.intercom.org.br/revistas/index.php/revistaintercom/article/view/2802/2092>.

LADEIRA, Cesar. Acabaram de ouvir... São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1933.

LAGO, Mario. Bagaço de beira-estrada. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.

LE GOFF, Jacques. História e memória. 7.ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2013.

LIMA, Edvaldo Pereira. O que é livro-reportagem. São Paulo: Brasiliense, 1993a.

LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do jornalismo e da literatura. Campinas: Editora da Unicamp, 1993b.

LOPES, Saint-Clair. Radiodifusão hoje. Rio de Janeiro: Temário, 1970.

MORAIS, Fernando. Chatô, o rei do Brasil. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

MOREIRA, Sonia Virgínia. O rádio no Brasil. Rio de Janeiro: Rio Fundo, 1991.

MURCE, Renato. Bastidores do rádio: fragmentos do rádio de ontem e de hoje. Rio de Janeiro: Imago, 1976.

NASCENTES, Antenor. Dicionário de sinônimos. 3.ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

ORTRIWANO, Gisela Swetlana. A informação no rádio: os grupos de poder e a determinação dos conteúdos. 3.ed. São Paulo: Summus, 1985. 122p.

SAMPAIO, Mário Ferraz. História do rádio e da televisão no Brasil e no mundo (memórias de um pioneiro). 2.ed. Campos dos Goytacazes: Fundação estadual Norte Fluminense, 2004.

SAROLDI, Luiz Carlos; MOREIRA, Sonia Virgínia. Rádio Nacional, o Brasil em sintonia. 2.ed. Rio de Janeiro: Martins Fontes/ Funarte, 1988.

SCHUDSON, Michael. Enfoques históricos a los estudios de la comunicación. In: JENSEN, Klaus Bruhn, JANKOWSKI, Nicholas W. (Ed.). Metodologías cualitativas de investigación en comunicación de masas. Barcelona: Bosch, 1993. p. 211-228.

SILVA, Kalina Vanderlei; SILVA, Maciel Henrique. Dicionário de conceitos históricos. 3.ed. São Paulo: Contexto, 2018.

TAVARES, Reynaldo. Histórias que o rádio não contou: da galena ao digital, desvendando a radiodifusão no Brasil e no mundo. São Paulo: Negócio, 1997.

TAVARES, Reynaldo. Histórias que o rádio não contou: da galena ao digital, desvendando a radiodifusão no Brasil e no mundo. 2.ed. São Paulo: Paulus, 2014.

TOTA, Antonio Pedro. A locomotiva no ar: rádio e modernidade em São Paulo 1924-1934. São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura/ PW, 1990.

URBANIZAÇÃO vai de 31% em 1940 a 81%. Folha de São Paulo, São Paulo, 30 set. 2003. Especial Brasil do Século 20, p. 5.

VAMPRÉ, Octavio Augusto. Raízes e evolução do rádio e da televisão. Porto Alegre: Feplam/ RBS, 1979.

VEYNE, Paul. Como se escreve história? Lisboa: Edições 70, 2008.

VIEIRA, Jonas. César de Alencar, a voz que abalou o rádio. Rio de Janeiro: Valda, 1993.

Downloads

Publicado

2020-12-18