Incerteza e complementaridade de opostos na série de reportagens “Um Mundo de Muros”

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-6924.2021.76630

Palavras-chave:

Jornalismo, Complementaridade de opostos, Incerteza

Resumo

“Excluídos: à beira da estrada, a pobreza se esconde e o crime prospera” é uma das reportagens da série “Um mundo de muros” publicada pela Folha de S.Paulo em 2017 e idealizada por Patrícia Campos Mello e Lalo de Almeida. Por meio dela, estudaremos a relevância na narrativa jornalística da incerteza e da complementaridade de opostos para a compreensão – e não explicação – do mundo. Por compreensão, entendemos a contextualização, inclusão e abraço de diferentes saberes para o entendimento dos fenômenos. Pensamos incerteza e complemen- taridade de opostos como formas de conhecimento que, quando assumidas no jornalismo, nos deixam mais perto de captar a complexidade de nosso contexto histórico porque ele próprio é incerto e com opostos que mais se complementam do que se anulam. No terreno do jornalismo, nos baseamos nos estudos de Cremilda Medina e Dimas Künsch. E Edgar Morin, Boaventura de Sousa Santos e Reginaldo Prandi são os autores que nos ajudam a trabalhar as noções de incerteza e complementaridade de opostos.

Biografia do Autor

Carolina Moura Klautau, Universidade de São Paulo

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Docente do curso de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi.

Referências

ARENDT, Hannah. Compreender: formação, exílio e totalitarismo. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

CAPRA, Fritjof. O Tao da física. São Paulo: Cultrix, 2013.

COMTE, Auguste. Curso de filosofia positiva. Col. Os Pensadores. São Paulo: Abril Cultural, 1996.

FENAJ, FNJ. Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros. 2007. Disponível em: https://fenaj.org.br/wp-content/uploads/2014/06/04-codigo_de_etica_dos_jorna- listas_brasileiros.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

FIORIN, José Luiz. A construção da identidade nacional brasileira. Bakhtiniana. Revista de Estudos do Discurso, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 115-126, 1° sem. 2009.

GLEISER, Marcelo. A dança do universo. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

KLAUTAU, Carolina Moura. Jornalismo, incerteza e complementaridade de opostos: um diálogo compreensivo. 268f. Dissertação (Mestrado em Comunica- ção) – Faculdade Cásper Líbero, São Paulo, 2018.

KÜNSCH, Dimas Antônio. Mais interrogações e vírgulas, menos pontos finais: pensamento compreensivo e comunicação. Líbero, São Paulo, v. 12, n. 24, p. 41-50, dez. 2009.

KÜNSCH, D. A. Comprehendo ergo sum: Epistemologia complexo-compreensiva e reportagem jornalística. Communicare, v. 5, n. 1, p. 43-54, 1o sem. 2005.

KÜNSCH, Dimas Antônio. Maus pensamentos: os mistérios do mundo e a reportagem jornalística. São Paulo: Annablume, 2000.

KÜNSCH, Dimas Antônio et al. (Orgs.). Produção de conhecimento e compreensão. São Paulo: Uni, 2017.

KÜNSCH, Dimas Antônio; KLAUTAU, Carolina Moura. Jornalismo e compreensão: uma aposta na ciência que está por vir. In: IX SEMINÁRIO ALAIC CONE SUL, 2017, Goiânia. IX Seminario de la Asociación Latinoamericana de Investi- gadores de la Comunicación. Goiânia: Universidade Federal de Goiânia, 2017, p. 1570-1587. Anais [...]Disponível em: http://alaicconesul.medialab.ufg.br/wp-con- tent/uploads/2018/10/Anais-Alaic-Cone-Sul-2017.pdf. Acesso em: 20 ago. 2020.

KÜNSCH, Dimas Antônio; MENEZES, José Eugênio; PASSOS, Mateus. Conhecimento, compreensão e cultura: aspectos intersubjetivos e epistemológicos da compreensão como método. In: Encontro Anual da Compós, 26, 2017, São Pau- lo. Anais do 26° Encontro Anual da Compós. São Paulo: Compós 2017, p. 1-23. Disponível em: http://www.compos.org.br/data/arquivos_2017/trabalhos_arqui- vo_VM6PB76816RZN2YHLBIA_26_5809_24_02_2017_09_56_35.pdf. Acesso em: 17 ago. 2020.

LANGER, Susanne. Filosofia em nova chave. São Paulo: Perspectiva, 2004. MEDINA, Cremilda. A arte de tecer o presente: narrativa e cotidiano. São Paulo: Summus, 2003.

MEDINA, Cremilda. (Org.). A crise dos paradigmas: 1° Seminário Interdisciplinar. São Paulo: ECA/USP, 1991.

MELLO, Patrícia Campos. À beira da estrada, a pobreza se esconde e o crime pros- pera. Folha de S.Paulo, São Paulo, 24 jul. 2017. Disponível em: http://arte.folha.uol.com.br/mundo/2017/um-mundo-de-muros/brasil/excluidos/. Acesso em: 17 ago. 2020.

MORIN, Edgar. Introdução ao pensamento complexo. Porto Alegre: Sulina, 2015. MORIN, Edgar. Os sete saberes necessários à educação do futuro. São Paulo, Cortez; Brasília, DF: Unesco, 2001.

MUNANGA, Kabengele. Rediscutindo a mestiçagem no Brasil. Petrópolis: Editora Vozes, 1999.

PIERUCCI, Antônio Flávio. Contracapa. In: PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos orixás. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.

PRANDI, Reginaldo. Exu, de mensageiro a diabo: sincretismo católico e demonização do orixá Exu. Revista USP, São Paulo, n. 50, p. 46-53, jun./ago. 2001a.

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos orixás. São Paulo: Companhia das Letras, 2001b.

SANTOS, Boaventura de Sousa. Um discurso sobre as ciências. São Paulo: Cortez, 2008a.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A filosofia à venda, a douta ignorância e a aposta de Pascal. Revista Crítica de Ciências Sociais, Coimbra, n. 80, p. 11-43, mar. 2008b.

SÉRIE ‘UM MUNDO de muros’, da Folha, vence prêmio da Cruz Vermelha. Folha de S.Paulo, São Paulo, 26 out. 2017. Disponível em: https://www1.folha. uol.com.br/mundo/2017/10/1930334-serie-um-mundo-de-muros-da-folha-vence-premio-da-cruz-vermelha.shtml?origin=folha. Acesso em: 17 ago. 2020.

VALLET, Élisabeth. Globalização gerou insegurança e, ao invés de derrubar, refor- çou fronteiras. Folha de S.Paulo, São Paulo, 19 set. 2017. Ilustríssima. Entrevista concedida à Patrícia Campos Mello. Disponível em: https://www1.folha.uol.com. br/ilustrissima/2017/09/1918764-globalizacao-gerou-inseguranca-e-ao-inves-de-derrubar-reforcou-fronteiras.shtml. Acesso em: 17 ago. 2020.

VALLET, Élisabeth. (Org.). Borders, fances and walls: state of insecurity? Farnnham, Reino Unido: Ashgate Publishing, 2014.

Downloads

Publicado

2021-07-05