A representação política das mulheres nos Conselhos Gestores de Políticas Públicas

Lígia Helena Hahn Lüchmann, Carla Cecília Rodrigues Almeida

Resumo


http://dx.doi.org/10.1590/S1414-49802010000100010

Este trabalho levanta algumas hipóteses para explicar a significativa presença das mulheres nos Conselhos Gestores de Políticas Públicas, espaços de discussão e deliberação de políticas que foram implementados no Brasil nas últimas décadas. Os dados sobre o perfil dos representantes nestes espaços apontam para um quadro inversamente proporcional, em termos numéricos, ao baixo grau de inclusão política das mulheres nos espaços tradicionais de representação política – Executivos, Câmara de Vereadores e Assembleias Legislativas. Eles desafiam, portanto, o desenvolvimento de novas ferramentas analíticas para o entendimento do fenômeno da representação política, na mesma medida em que problematizam um diagnóstico que, centrado em uma perspectiva redutora da ação e do campo político, conclui pela manutenção de uma baixa taxa de inclusão política das mulheres.


Palavras-chave


Representação política; Conselhos Gestores; Participação; Feminismo; Political representation, Management councils; Participation; Feminism

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802010000100010

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.