Experiência da residência multiprofissional em serviço social e cuidados paliativos oncológicos

Autores

  • Emanuel Cristiano de Souza Silva Serviço Social do Comércio, Fortaleza, Ceará http://orcid.org/0000-0003-1931-8003
  • Andréa Geórgia de Souza Frossard Instituto Nacional do Câncer, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.1590/1414-49802016.00200013

Palavras-chave:

Residência Multiprofissional, Cuidados Paliativos, Serviço Social

Resumo

Este artigo destaca a inserção do programa de residência multiprofissional no Serviço de Terapia da Dor e Cuidados Paliativos do Instituto do Câncer do Ceará (ICC) entre os anos de 2013 a 2015. Apropriando-se da teoria crítica marxiana, apresenta um estudo descritivo e exploratório, de cunho qualitativo, iluminando a dimensão técnico-operativa do Serviço Social no âmbito do ICC. Destacase a importância da dimensão formativa articulada à investigativa, dando centralidade aos processos pedagógicos criativos e adequados ao modelo de residência em curso no país e sua importância na área de Cuidados Paliativos.

Biografia do Autor

Emanuel Cristiano de Souza Silva, Serviço Social do Comércio, Fortaleza, Ceará

Assistente Social graduado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Especialista em cancerologia pelo Programa de Residência Integrada em Saúde da Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE) em parceria com Instituto do Câncer do Ceará (ICC). Terapeuta Comunitário em formação pela ESP-CE.

Andréa Geórgia de Souza Frossard, Instituto Nacional do Câncer, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro

Possui graduação em Serviço Social pela Universidade Veiga de Almeida (1984), Especialização em Metodologia do Serviço Social pela Universidade Federal Fluminense (1989), Mestrado em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e Doutorado em Serviço Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2003) com período sanduíche na Universidade da República do Uruguai (2002).

Downloads

Publicado

2016-11-17

Edição

Seção

Relato de experiência