Serviço Social e tendências teóricas atuais

Autores

  • José Fernando Siqueira da Silva Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Departamento de Serviço Social.

DOI:

https://doi.org/10.1590/1414-49802017.00100008

Palavras-chave:

Serviço Social, Crítica, Intelectuais, Direção cultural

Resumo

O artigo propõe um debate sobre as atuais tendências teórico-metodológicas do Serviço Social brasileiro. Analisa a tensa, contraditória e necessária relação entre o Serviço Social brasileiro, a teoria social de Marx e a tradição marxista, destacando duas importantes categorias gramscianas: intelectuais e direção-cultural.

Biografia do Autor

José Fernando Siqueira da Silva, Universidade Estadual Paulista (UNESP) - Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Departamento de Serviço Social.

Livre-docente em Serviço Social pela UNESP. Doutor em Serviço Social pela PUC. Professor Adjunto do Departamento de Serviço Social da UNESP-Franca. Docente colaborador do curso de Pós-Graduação em Serviço Social e Políticas Sociais da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Bolsista produtividade em pesquisa do CNPq desde 2009.

Downloads

Publicado

2017-03-17

Edição

Seção

Espaço temático