A interdisciplinaridade em Paulo Freire: aproximações político-pedagógicas para a educação ambiental crítica

Autores

  • César Augusto Costa Universidade Católica de Pelotas (UCPel)
  • Carlos Frederico Loureiro Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

DOI:

https://doi.org/10.1590/1414-49802017.00100013

Palavras-chave:

Educação Ambiental Crítica, Interdisciplinaridade, Paulo Freire

Resumo

O artigo trata da contribuição pedagógica do educador brasileiro Paulo Freire na questão interdisciplinar e sua convergência para a Educação Ambiental (EA) Crítica. Reitera o pensamento de Paulo Freire como educador interdisciplinar. Em seguida aborda a radicalidade política do conceito de libertação e reflete sobre a relevância da dimensão interdisciplinar, educativa e política. Por fim, indica a relação constitutiva da interdisciplinaridade Freireana para a EA crítica partindo de categorias como totalidade, contradição, práxis, dialética, dialógica. A leitura Freireana sobre a interdisciplinaridade instrumentaliza para o amadurecimento da EA Crítica como ação político-educativa visando à superação das relações sociais alienadas no capitalismo.

Biografia do Autor

César Augusto Costa, Universidade Católica de Pelotas (UCPel)

Sociólogo. Docente no Programa de Pós-Graduação em Política Social/UCPEL. Pesquisador do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade (LIEAS/UFRJ).

Carlos Frederico Loureiro, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Doutor em Serviço Social/UFRJ. Docente Associado no Programa de Pós-Graduação em Educação/UFRJ. Coordenador do Laboratório de Investigações em Educação, Ambiente e Sociedade (LIEAS/UFRJ).

Downloads

Publicado

2017-03-17

Edição

Seção

Espaço tema livre