O Programa Pontos de Cultura e seus destinatários: um estudo de caso na Província de Buenos Aires

Diana Bento de Mello

Resumo


Este artigo procura analisar o processo de implementação do Programa Pontos de Cultura a partir das vozes de seus destinatários – especialmente a organização El Culebrón Timbal tomada como caso de Ponto de Cultura. Procura abordar como este Programa foi sendo implementado desde a mudança de gestão no governo nacional argentino em 2016, examinando também as transformações, mudanças e continuidades ocorridas em relação ao período inicial (2011-2015) a partir do fazer cotidiano de seus destinatários. Propõe-se uma abordagem de pesquisa qualitativa, privilegiando a construção de significados realizada pelos sujeitos acerca de suas práticas cotidianas por meio da abordagem antropológica. No decorrer do trabalho de campo, observa-se que em suas ações cotidianas a organização social mobiliza e disputa diferentes sentidos de cultura, de políticas culturais, de juventude, de cultura popular e, mais especificamente, do que significa ser Ponto de Cultura.

Palavras-chave


Políticas públicas culturais; Pontos de cultura; Enfoque antropológico

Texto completo:

PDF/A (Español (España))


DOI: https://doi.org/10.1590/1982-02592019v22n1p181

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.