Cooperação econômica versus competitividade social

Autores

  • João Cláudio Tupinambá Arroyo FAP - Belem - PA

Palavras-chave:

Economia solidária, Aglomerados econômicos, Cooperação, Competitividade, Solidarity economics, Economic agglomerates, Cooperation, Competitiveness

Resumo

As estratégias de cooperação econômica, presentes desde as sociedades primitivas, indicam que a presidência da lógica da ‘competição’ é uma importante distorção promovida pelo modo capitalista de produção e vivência que apartou o trabalhador do trabalho, desumanizando as relações sociais e políticas. Cooperação e competição possuem interações e complementaridades possíveis de potencializar um desenvolvimento humano desde que sob as premissas da economia solidária. Interação que traz efetiva agregação de valor ao processo econômico. A principal estratégia cooperativa está na lógica das teorias que fundamentam os aglomerados e arranjos econômicos. E a construção sociocultural capaz de tornar esta opção uma construção hegemônica se articula, hoje, em torno da economia solidária.

Biografia do Autor

João Cláudio Tupinambá Arroyo, FAP - Belem - PA

Pesquisador da Economia Solidária, graduação em Geologia pela UFPA (1995), MBA em Marketing pela FGV/Ideal (2004) e mestrado em Economia pela Universidade da Amazônia (2007). Atualmente é coordenador de EAD da Faculdade do Pará (FAP), onde também orienta a empresa júnior. Coordena o Projeto de extensão e pesquisa "Fortalecendo a Economia Solidária", desde 2005.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2008-01-01