Terceiro setor e univocidade conceitual: necessidade e elementos configuradores

Julio Jiménez Escobar, Alfonso Carlos Morales Gutiérrez

Resumo


No presente trabalho destaca-se a importância de que exista um conceito unívoco do Terceiro Setor. Em primeiro lugar, justifica-se esta relevância conceitual desde um ponto de vista epistemológico, tanto para o estudo dos fatos sociais (objeto de conhecimento), quanto para a própria configuração das comunidades científicas (sujeito do conhecimento). Em segundo lugar, argumenta-se também essa necessidade de univocidade já que condiciona as diferentes políticas públicas, e porque incide na integração dos agentes que contribuem para a mudança social. Por último, são abordados os rasgos que podem, por um lado, delimitar este espaço social próprio, e por outro, caracterizar as particularidades das entidades que operam em ele.


Palavras-chave


Tercer sector; Altruismo; Economía solidária; Economía social; Entidades no lucrativas; Terceiro setor; Altruísmo; Economia solidária; Economia social; Entidades não lucrativas; Ação social; Third sector; Altruism; Solidarity economics; Social eco

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/%25x

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.