Tendências das mudanças da proteção social no Brasil e no Uruguai: a centralidade das redes mínimas na América Latina

Alejandra Pastorini, Inés Martínez

Resumo


O objetivo deste trabalho é compreender as alterações na lógica que orienta o trato das manifestações da questão social na atualidade, tomando como referência a realidade do Brasil e do Uruguai. Inicia-se pela análise das mudanças contemporâneas nas sociedades capitalistas, prestando especial atenção nas alterações dos princípios que estruturam a proteção social. Dessa forma, identifica-se algumas tendências das reformas nas políticas sociais nos governos progressistas que se consolidam na virada do século.


Palavras-chave


Capitalismo contemporâneo; Questão social; Proteção social

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.1590/S1414-49802014000100006

R. Katál. Florianópolis, Santa Catarina, Brasil eISSN: 1982-0259  

Licença Creative Commons Adota a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.