De batentes, venezianas, dobradiças, vidros: molduras que enquadram sensações, formas, sentidos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7917.2021e85090

Palavras-chave:

Estudos literários, Poéticas da voz, Representações da velhice

Biografia do Autor

Bianca Rosina Mattia, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutoranda em Literatura no Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC. Mestra em Literatura (PPGLit/UFSC). Licenciada em Letras-Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa (UFSC).  Bacharela em Ciências Jurídicas e Sociais (UPF).  Integra o quadro discente do Núcleo de Literatura Atual – Estudos Feministas e Pós-Coloniais de Narrativas da Contemporaneidade (LITERATUAL/UFSC). Compõe a Comissão Editorial da revista Anuário de Literatura.

Elton da Silva Rodrigues, Universidade Federal de Santa Catarina

Licenciado em Letras - Língua Portuguesa e Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC, 2018) e mestrando em Literatura pelo Programa de Pós-graduação em Literatura da mesma universidade. Integra a equipe do Laboratório Floripa em composição transdisciplinar: arte, cultura e política (LabFLOR). Compõe a Comissão Editorial da revista Anuário de Literatura, periódico vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Literatura da UFSC. Atualmente é professor de Língua Portuguesa na rede municipal de educação de Palhoça.

Isabele Soares Parente, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduada em Letras - Língua Portuguesa pela Universidade Regional do Cariri. É pesquisadora do Núcleo de Estudos em Teoria Linguística e Literária (NETLLI) e participa do Núcleo de Pesquisa em Cultura Popular Behetçoho. Compõe a comissão editorial da Revista Anuário de Literatura (PPGL/UFSC).

Jair Zandoná, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutor (2013) e mestre (2008) em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina. Graduado em Letras Português Habilitação em Língua Espanhola e Respectivas Literaturas pela Universidade do Oeste de Santa Catarina (2003). É um dos editores da Revista Anuário de Literatura (PPGL/UFSC), editor de resenhas da Revista Estudos Feministas (REF), integra o quadro de pesquisadores/as associados/as do Instituto de Estudos de Gênero (IEG/UFSC) e do Núcleo de Literatura Atual - Estudos Feministas e Pós-Coloniais de Narrativas da Contemporaneidade (LITERATUAL/UFSC).

Tânia Regina Oliveira Ramos, Universidade Federal de Santa Catarina

Professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina, coordenadora do nuLIME – Núcleo de Literatura e Memória. É uma das editoras da Revista Estudos Feministas e da Anuário de Literatura. Atua nas áreas de gênero e subjetividades, história e memória literária.

Referências

BAUDELAIRE, Charles. Pequenos poemas em prosa. Trad. Gilson Maurity Santos. Rio de Janeiro: Record, 2006.

BAUDELAIRE, Charles. Sobre a modernidade: o pintor da vida moderna. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2010. [Concepção e organização Jérôme Dufilho e Tomaz Tadeu].

HOFFMANN, E. T. A. A janela de esquina do meu primo. Trad. Maria Aparecida Barbosa. São Paulo: Cosacnaify, 2010.

LORDE, Audre. Idade, raça, classe e gênero: mulheres redefinindo a diferença. Trad. de Léa Süssekind Viveiros de Castro. In: HOLLANDA, Heloísa Buarque de. (Org.). Pensamento feminista: conceitos fundamentais. Rio de Janeiro: Bazar do Tempo, 2019. p. 239-249.

PESSOA, Fernando. Livro do Desassossego. 3.ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2011. [Ed. Richard Zenith].

SANTOS, Boaventura de Sousa. O futuro começa agora: da pandemia à utopia. São Paulo: Boitempo, 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-09

Como Citar

MATTIA, B. R.; RODRIGUES, E. da S.; PARENTE, I. S.; ZANDONÁ, J.; RAMOS, T. R. O. De batentes, venezianas, dobradiças, vidros: molduras que enquadram sensações, formas, sentidos . Anuário de Literatura, [S. l.], v. 26, p. 01-06, 2021. DOI: 10.5007/2175-7917.2021e85090. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/literatura/article/view/85090. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Editorial