Classe dirigente e cultura política no estado do Paraná (2002-2006)

Renato Perissinotto, Paula Adriana Wagnitz

Resumo


O objetivo deste trabalho é identificar a visão de democracia dos membros de três frações da classe dirigente paranaense: a elite políticoadministrativa, a elite parlamentar e a elite judiciária. Para tanto, comparam-se os dados obtidos pelas pesquisas “Quem são e o que pensam os desembargadores do Tribunal de Justiça do estado do Paraná: 2005-2006” e “Quem Governa? Mapeando as elites políticas e econômicas no Paraná contemporâneo” (2002-2006), ambas realizadas pelo Núcleo de Pesquisa em Sociologia Política Brasileira da Universidade Federal do Paraná. Foram entrevistados 71 desembargadores, 48 parlamentares e 22 secretários de Estado. Conclui-se que, apesar de uma adesão praticamente universal à democracia, as três frações da classe dirigente têm diferenças significativas quanto ao tipo de democracia que defendem, diferenças essas que podem ser hipoteticamente atribuídas ao tipo de recrutamento e ao processo de socialização política e profissional a que seus membros são submetidos.


Palavras-chave


Classe dirigente; cultura política; democracia; Paraná

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7984.2012v11n20p285

Direitos autorais 2012 Política & Sociedade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Visite nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/revistapoliticaesociedade/

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Revista Política & Sociedade - ISSNe 2175-7984
Florianópolis - SC - Brasil

CNPq CAPES