Roberto Esposito: comunidade, biopolítica e imunização

Autores

  • Guilherme Radomsky Universidade Federal do Rio Grande do Sul

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7984.2017v16n35p459

Palavras-chave:

Biopolítica, Experiência, Paradigma da Imunização

Resumo

Neste ensaio, examino quatro obras do filósofo Roberto Esposito (Communitas, Immunitas, Bios e Third Person) por meio do eixo “vida – imunidade – experiência” para articulá-lo a dois temas centrais em seus escritos: biopolítica e comunidade. O objetivo consiste em realizar um balanço dos livros e discutir elementos das obras do autor que apontem para uma reflexão sobre a política contemporânea. Esposito analisa a biopolítica de maneira distinta de outros importantes pesquisadores que abordam o tema, tais como Foucault e Agamben, e sua contribuição original está em articulá-la ao problema da imunização.

Biografia do Autor

Guilherme Radomsky, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Professor do Departamento de Sociologia e dos Programas de Pós-Graduação em Sociologia (PPGS) e Desenvolvimento
Rural (PGDR) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Downloads

Publicado

2017-06-09

Edição

Seção

Ensaio bibliográfico