Secularidade e sacralidade na criação musical contemporânea: tensões e transações

Autores

  • Alfredo Teixeira Universidade Católica Portuguesa

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-7984.2017v16n36p228

Palavras-chave:

Secularidade, Sacralidade, Música, Religião

Resumo

Depois de um período em que a secularização, como modelo explicativo – linear e teleológico –afirmou-se hegemonicamente nas ciências sociais, tornou-se necessário encontrar outras vias de acesso aos lugares de reconfiguração do religioso, no contexto das múltiplas modernidades. Nesta situação, tornou-se decisivo reaproximar o olhar científico, em diferentes escalas, dos lugares em que estão a ser construídas novas relações entre a esfera do religioso e os outros mundos sociais, mediadas pelas deslocações do sagrado. O presente artigo explora o terreno da criação musical contemporânea como laboratório para a descoberta destas novas configurações.

Biografia do Autor

Alfredo Teixeira, Universidade Católica Portuguesa

Doutorado em Antropologia Política e Professor Auxiliar na Universidade Católica Portuguesa, onde é Diretor
do Instituto de Estudos de Religião. É investigador do Centro de Estudos de Teologia e Estudos de Religião e do
Centro de Estudos de História Religiosa (UCP).

Downloads

Publicado

2017-10-17

Edição

Seção

Dossiê Temático