CSN e Volta Redonda: uma relação histórica de dependência e controle.

Raphael Jonathas da Costa Lima

Resumo


A partir da caracterização da morfologia do espaço de Volta Redendoa (RJ), o artigo analisa a relação de dependência e controle ocasionada pela presença e atuação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) neste município. Entende-se que, nas últimas décadas, a Companhia disciplinou o território e restringiu as possibilidades de um desenvolvimento que não passasse pela atividade siderúrgica - até pouco tempo seu core business. O artigo parte de uma interpretação da matriz socioantropolótica do fenômeno company town e sugere que Volta Redonda ainda preserva características fundamentais deste modelo de controle e hierarquia do espalo, em geral identificadas na configuração da sua paisagem urbana. Com isso, procura compreender as implicações decorrentes do desenho monoindustrial e das mudanças técnicas e organizacionais da CSN sobre a geografia econômica do município.


Palavras-chave


Company town; CSN; Geografia econômica; Siderurgia; Volta Redonda.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/2175-7984.2013v12n25p41

Direitos autorais 2014 Política & Sociedade

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Visite nossa página no Facebook:

https://www.facebook.com/revistapoliticaesociedade/

Creative Commons License

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.
Revista Política & Sociedade - ISSNe 2175-7984
Florianópolis - SC - Brasil

CNPq CAPES