Tradutor ou Professor? Reflexão preliminar sobre o papel do intérprete de língua de sinais na inclusão do aluno surdo

Andrea da Silva Rosa

Resumo


Este artigo se propõe a discutir a presença do intérprete de língua de sinais no processo de aprendizagem do aluno surdo, a educação tem convocado este profissional, sem entretanto conhecer a sua função e abrangência na sala de aula. Poucos são os trabalhos que se ocupam em refletir sobre o intérprete de língua de sinais e, quando ocorrem, são sobretudo escritos por teóricos da educação que examinam o assunto para tratar da língua de sinais como mais um recurso pedagógico “facilitador” e “mediador” do processo de aprendizagem. Assim sendo, este artigo tem como objetivo realizar uma primeira aproximação teórica entre a prática do intérprete de língua de sinais e os Estudos da Tradução.


Palavras-chave


Tradução e interpretação; Língua de sinais; Translation and interpretation; Sign language

Texto completo:

PDFA


P.Vista, eISSN 2175-8050, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil.

 

 

Creative Commons License
Ponto de Vista: Revista de Educação e Processos Inclusivos, Florianópolis, SC, Brasil - - - eISSN 2175-8050 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons
> > > > >