Espaços multiculturais nas escolas públicas negados ou silenciados? Uma abordagem a diversidade

Autores

  • Tânia Welter UDESC - Florianópolis - SC
  • Neide Catarina Turra SLE - Lages - SC

Resumo

Este artigo reflete a temática da diversidade na escola pública, ressaltando a importância de valorizar a diferença entre os indivíduos, sendo a sala de aula um dos locais favoráveis ao intercâmbio cultural. Partindo da contextualização histórica dos mecanismos de padronização dos indivíduos e dos critérios estigmatizadores e excludentes no processo educativo, a reflexão apontou para a necessidade de constituir espaços educacionais interculturais que valorizem os sujeitos e sua interação.

Biografia do Autor

Tânia Welter, UDESC - Florianópolis - SC

Doutora em Antropologia Social pela UFSC (2007), com estágio doutoral na Universidade Nova de Lisboa (Portugal, 2005/2006). Possui licenciatura em Ciências Sociais (UFSC, 1988), especialização em Educação Sexual (Udesc, 1997) e Mestrado em Antropologia Social (UFSC, 1999). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Neide Catarina Turra, SLE - Lages - SC

Doutorado em Ciências Sociais - Antropologia pela PUC - São Paulo (2007). Mestrado em Sociologia Política pela UFSC (2000) e graduação em Pedagogia pela UNIPLAC (1989). Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2003-01-01

Edição

Seção

Artigos