O Naturalismo como Atitude: Mach em Disputa com a Metafísica

Antonio Augusto Passos Videira

Abstract


http://dx.doi.org/10.5007/1808-1711.2009v13n3p371

Este artigo defende a hipótese de que Ernst Mach (1838-1916) recorreu ao naturalismo (termo que ele não usou) — atitude derivada da sua aceitação da teoria da evolução de Darwin — como arma contra a metafísica (aqui compreendida como uma atitude em favor da busca por fundamentação última, fixa e definitiva), já que procuraria estabelecer critérios de avaliação, incluindo os relativos à escolha de teorias científicas, efetivamente capazes de serem usados pelos seres humanos.




DOI: https://doi.org/10.5007/1808-1711.2009v13n3p371

Copyright (c)

 http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/jconte/logo-nel1_154

Principia: an internationnal journal of epistemology
Published by NEL - Epistemology and Logic Research Group
Federal University of Santa Catarina - UFSC
Center of Philosophy and Human Sciences – CFH
Campus Reitor João David Ferreira Lima
Florianópolis, Santa Catarina - Brazil
CEP: 88040-900

 ISSN: 1414-4217
EISSN: 1808-171

e-mail: principia@contato.ufsc.br