As qualidades fenomênicas da experiência e o argumento do conhecimento

Daniel Borgoni

Abstract


O argumento do conhecimento de Frank Jackson defende que a qualidade sentida das sensações é caracterizada pelos qualia, propriedades intrínsecas das experiências conscientes não redutíveis ao físico. Os qualia seriam o objeto do conhecimento fenomênico, conhecimento factual adquirido somente por experiência. Os meus objetivos são apresentar uma formalização que mostre o aspecto epistêmico e o aspecto metafísico do argumento do conhecimento, e analisar algumas das principais objeções que lhe foram opostas. Dividirei essas objeções em três tipos. O primeiro tipo se refere às objeções que negam o conhecimento fenomênico. O segundo tipo se refere às objeções que aceitam o conhecimento fenomênico, mas negam que esse conhecimento se refira a propriedades não-físicas. E o terceiro tipo nega que todos os fatos físicos e funcionais podem ser conhecidos somente por meio do conhecimento físico. Após analisar objeções e respectivas respostas, concluirei que as objeções analisadas não são decisivas contra o argumento do conhecimento.


Keywords


consciência; experiência; conhecimento fenomênico; qualia; fisicalismo.



DOI: https://doi.org/10.5007/808-1711.2016v20n3p393

Copyright (c) 2017 Daniel Borgoni

 http://www.periodicos.ufsc.br/public/site/images/jconte/logo-nel1_154

Principia: an internationnal journal of epistemology
Published by NEL - Epistemology and Logic Research Group
Federal University of Santa Catarina - UFSC
Center of Philosophy and Human Sciences – CFH
Campus Reitor João David Ferreira Lima
Florianópolis, Santa Catarina - Brazil
CEP: 88040-900

 ISSN: 1414-4217
EISSN: 1808-171

e-mail: principia@contato.ufsc.br