Homem Negro, Negro Homem: masculinidades e feminismo negro em debate

Monica Prates Conrado, Alan Augusto Moraes Ribeiro

Resumo


De início, situamos a emergência dos conceitos Blackness, Black Experience e de
interseccionalidades no marco da história do pensamento feminista negro, marcadamente nos
Estados Unidos. Depois, por considerar que bell hooks e Patricia Collins elaboraram reflexões
teóricas sobre homens e masculinidades negras a partir de uma perspectiva interseccional,
damos destaque aos textos por elas elaborados, ao buscarmos pontuar, com outros autores e
autoras, dentro ou fora do Brasil, de que modo estes mobilizaram ideias e perspectivas de
análise que estejam ou não em conexão vinculativa com os posicionamentos teóricos dessas
autoras. E, finalmente, o nosso interesse é de tornar ainda mais elucidativa a necessidade da
discussão de estereótipos que possam contribuir na construção de outros sentidos, outras
narrativas, outras versões acerca do debate proposto

 


Palavras-chave


Blackness; Black Experience; Diáspora; Masculinidades Negras; Feminismo Negro

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

 

 

Estudos Feministas, ISSN 0104-026X, Florianópolis, Brasil.