E as mulheres negras? Narrativas históricas de um feminismo à margem das ondas

Gleidiane de Sousa Ferreira, Tauana Olivia Gomes Silva

Resumo


Neste texto refletimos as seguintes perguntas: onde estão as mulheres negras nas narrativas hegemônicas sobre os movimentos de mulheres e feministas brasileiros? Até que ponto os limites teóricos e os caminhos metodológicos que constituem boa parte da historiografia do feminismo e da luta das mulheres da primeira metade do século XX no Brasil não nos permitiram, ou não nos foram suficientes, para refletir as trajetórias de lutas das mulheres negras? Afinal, qual a história das pautas e reivindicações feministas? Ou melhor, como essa história é contada?


Palavras-chave


Mulheres Negras; História do Feminismo; Feminismo Negro; Trajetórias de Vida; Movimentos Sociais

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/%25x

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Revista Estudos Feministas, ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.