Psicanálise e Gênero: tão íntimo, tão estranho

Autores

DOI:

https://doi.org/10.1590/1806-9584-2020v28n67688

Palavras-chave:

Psicanálise, Gênero, Estudos feministas

Resumo

O trabalho apresenta uma resenha da coletânea Psicanálise e Gênero: Narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina que reune artigos e entrevistas de/com psicanalistas, teóricas dos estudos feministas, de gênero e queer. Um compilado de diálogos (artigos e entrevistas) que convidam a pensar, de forma interdisciplinar, interrogações pelos novos tempos, sujeitos e demandas. Uma releitura que visa a despatologização e a desconstrução de preconceitos, o convite à elaboração de saberes e a escuta das singularidades que não se encontram dissociadas do social. Os textos e entrevistas das autoras e autores trazidas por esta coletânea nos mostram que se faz necessário escutar a rua e seus ruídos.

 

 

Biografia do Autor

Gustavo Angeli, Universidade Federal de Santa Catarina

Psicólogo, doutorando em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina, mestre em Psicologia pela Universidade Estadual de Maringá. Docente do curso de Psicologia no Centro Universitário de Brusque – UNIFEBE. 

Vinicius da Rocha Barros, Universidade Federal de Santa Catarina

Psicólogo e Psicanalista, mestrando em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catarina, pós-graduado em Psicologia Clínica na Abordagem Psicanalítica pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná, PUC- PR.

Referências

AMBRA, Pedro. “Gênero e epistemologia psicanalítica”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 81-94.

ERRÁZURIZ, Pilar. “Débora Tajer e Pilar Errázuriz”. [Entrevista concedida a] Patricia Porchat. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 177-185.

FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018.

FRANÇOIA, Carla Regina. “Da letra da mulher à reescritura da psicanálise”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018a. p. 63-80.

FRANÇOIA, Carla Regina. “Era uma vez no Brasil”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018b. p. 13-16.

IACONELLI, Vera. “Mulher falada”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 45-50.

PORCHAT, Patrícia. “Barulhos de gênero”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018a. p. 35-44.

PORCHAT, Patrícia. “Era uma vez na América Latina”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018b. p. 115-194.

PRATES, Ana Laura. “Gozar de boneca: mapas anatômicos e genéticos”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 51-62.

MUSZKAT, Susana. “Desamparo e violência de gênero: uma formulação”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 95-112.

ZAMBRANO, Elizabeth. “Diálogos de uma psicanalista com a Antropologia: um relato pessoal”. In: FRANÇOIA, Carla; PORCHAT, Patrícia; CORSETTO, Patrizia (Orgs.). Psicanálise e Gênero: narrativas feministas e queer no Brasil e na Argentina. Curitiba: Calligraphie, 2018. p. 17-34.

Downloads

Publicado

2020-12-18

Edição

Seção

Resenhas