O mapa íntimo: três telas de Frida Kahlo

Autores

  • Fabiano Seixas Fernandes Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0104-026X2008000100003

Palavras-chave:

Mapa, Memória, Dicotomia nacional/estrangeiro, Frida Kahlo

Resumo

O artigo apresenta análises de três telas da pintora mexicana Frida Kahlo – Las dos Fridas, Autorretrato en la frontera entre México y Estados Unidos e Lo que el agua me dio – e está dividido em três partes, cada qual tratando de uma tela em particular, para, no momento seguinte, ligar seu estudo ao das demais. Norteia a leitura das primeiras a discussão da relação nacional/estrangeiro no trabalho de Kahlo; a análise da terceira mostra a superação da dicotomia através do conceito de mapa íntimo, no qual entra em cena uma tênue e instável territorialização da memória através da representação pictórica.

Downloads

Publicado

2008-08-20

Edição

Seção

Artigos