Machos e Brothers: uma etnografia sobre o armário em relações homoeróticas masculinas criadas on-line

Richard Miskolci

Resumo


A partir de uma etnografia feita com homens que se apresentam como Macho ouBrother em salas de bate-papo dirigidas a um público gay e bissexual da cidade de São Paulo,este artigo explora como eles articulam plataformas de busca de parceiros com o objetivo decriar relações em segredo. Esses homens apresentam-se e buscam parceiros que se descrevemcomo “discretos” e “fora do meio gay”, forjando relações dentro do regime de controle dasexualidade conhecido como armário. Busco expor e compreender as normas de sexualidadee gênero que regem o armário desses usuários, os quais buscam manter seu status heterossexualmesmo tendo relações amorosas e/ou sexuais com outros homens.


Palavras-chave


Sexualidade; Internet; Segredo; Armário; Relações Homoeróticas Masculinas; Masculinidade Heterossexual

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.1590/S0104-026X2013000100016

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 Licença Creative Commons
A Revista Estudos Feministas está sob a licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional

 

Revista Estudos Feministas, ISSN 1806-9584, Florianópolis, Brasil.