Representações de educação ambiental e meio ambiente: diagnóstico na rede escolar pública de Paranaguá

Autores

  • Sônia Maria Marchiorato Carneiro UFPR

DOI:

https://doi.org/10.5007/%25x

Palavras-chave:

Educação ambiental, Representações sociais, Ensino fundamental

Resumo

Sob relato, resultados parciais de pesquisa sobre a dimensão ambiental da educação escolar, em nível de 1ª a 4ª séries do ensino fundamental na rede escolar pública da cidade de Paranaguá-PR, Brasil — abrangendo pessoal escolar, bem como alunos de 4ª série. Categorias da Teoria das Representações Sociais-TRS (SÁ, 1996), em associação com a técnica da análise de conteúdo (BARDIN, 1977), possibilitaram a identificação de pré-núcleos de idéias e imagens quanto ao meio am-biente e de um núcleo central relativamente à educação ambiental, por parte do pessoal escolar, bem como de características pedagogicamente significativas no material dos alunos. A aplicação de categorias da TRS teve função metodológica na análise dos dados, possibilitando análises interpretativas em conexão com vertentes atuais da educação ambiental no Brasil.

Biografia do Autor

Sônia Maria Marchiorato Carneiro, UFPR

É graduada em Geografia pela Universidade Federal do Paraná, com Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná e Doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento, pela mesma universidade. Atualmente aposentada, é prof. em programas de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná.

Mais informações no Currículo Lattes.

Downloads

Publicado

2000-01-01