Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Scientia Traductionis?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

O periódico Scientia Traductionis aceita trabalhos acadêmicos sob a forma de artigos; trabalhos traduzidos; ensaios; críticas de traduções e traduções comentadas. Os trabalhos submetidos poderão estar escritos em português, espanhol, inglês, francês, alemão e italiano, e deverão:

1. Informar o nome do autor, sua filiação institucional e vínculo (professor doutor, doutorando, mestrando, graduando, egresso, tradutor) seu correio eletrônico, os quais serão publicados junto de seu texto.

2. Conter um mínimo de 3.000 palavras para artigos e traduções de artigos; de 2.000 palavras para ensaios; críticas de traduções e traduções comentadas.

3. Enviar os arquivos em formato .doc ou .docx, em fonte Times New Roman 12, com alinhamento justificado, sem numeração de páginas.

- Apresentar título na primeira linha. O título deve ser conciso e claro, expressando o conteúdo do artigo.

- Não apresentar negritos e sublinhados.

- Destaques de palavras ou expressões no corpo do texto devem estar em itálico. Citações diretas com até três linhas devem ser inseridas entre “aspas duplas” no texto. As aspas simples são utilizadas para indicar citação dentro de citação. Citações diretas com mais de três linhas devem ser destacadas com recuo de acordo com o template disponível neste site, sem as aspas, com espaçamento simples e fonte 10. Da mesma forma, devem ser incluídas as seguintes informações: sobrenome do autor em maiúsculas, vírgula, ano da publicação, abreviatura da página e o número desta. Exemplo: (COSTA, 2003, p.10).

Para mais informações, consultar a norma da ABNT NBR-10520 no link: http://www.bu.ufsc.br/design/Citacao1.htm

4. Apresentar as referências no final do texto, obedecendo às regras da ABNT em uso (NBR-6023/02), de acordo com os exemplos abaixo:

* Artigo de periódico: FURLAN, Mauri. Brevíssima história da teoria da tradução no Ocidente I – Os Romanos. Cadernos de Tradução, Florianópolis, n. VIII, p. 11-28, 2001.

* Livro: TORRES, Marie-Hélène C. Torres. Variations sur l'étranger dans les lettres : cent ans de traductions françaises des lettres brésiliennes. Arras: Artois Presses Université, 2004. 329p.

* Capítulo de livro: FAVERI, Cláudia Borges de. O problema da temporalidade em tradução. In: Andréia Guerini, Marie-Hélène C. Torres, Walter C. Costa (Org.). Literatura Traduzida & Literatura Nacional. Rio de Janeiro: 7Letras, 2008. p. 113-118.

* Monografias, dissertações e teses: SILVA, Wanessa Gonçalves. Aspectos da tradutologia contemporânea aplicados à prática: Dr. Fausto, uma tradução anotada. 2007. 314 f. Dissertação (Mestrado em Estudos da Tradução) – Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

* Artigo em periódico (online): HUMBLÉ, Philippe R. M. A influência do lexicógrafo no corpus. Fragmentos. Florianópolis, v. 18, 2002. p. 7-15. Disponível em: <http://www.periodicos.ufsc.br/index.php/fragmentos/article/view/6412/5980.> Acesso em: 19 ago. 2009.

Para demais referências, consultar as normas da ABNT no link a seguir: http://www.bu.ufsc.br/design/framerefer.php

5. Estar acompanhados de título e abstract na língua de publicação do artigo e em inglês - não ultrapassando 250 palavras -, bem como de 03 (três) a 05 (cinco) palavras-chave, separadas por ponto-e-vírgula, também na língua de publicação do artigo e em inglês. O resumo e abstract são obrigatórios para todos os textos submetidos a Scientia Traductionis. Quando o artigo estiver escrito em inglês, o resumo deve vir em português.

6. Apresentar as notas explicativas em rodapé.

7. Inserir elementos ilustrativos (tabelas, figuras, fotos) no próprio texto, logo após serem citados, contendo a devida descrição na parte inferior do mesmo.

8. Os textos apresentados em língua portuguesa deverão estar em conformidade com o Novo Acordo Ortográfico.

9. Ser enviados para o endereço eletrônico: scientiatraductionis@gmail.com , ou via o site da revista pelo item “submissões online”.

 

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, justificar em "Comentários ao Editor".
  2. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapasse os 2MB)
  3. Todos os endereços de páginas na Internet (URLs), incluídas no texto (Ex.: http://www.ibict.br) estão ativos e prontos para clicar.
  4. O texto está em espaço simples; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico ao invés de sublinhar (exceto em endereços URL); com figuras e tabelas inseridas no texto, e não em seu final.
  5. O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.
  6. A identificação de autoria deste trabalho foi removida do arquivo e da opção Propriedades no Word, garantindo desta forma o critério de sigilo da revista, caso submetido para avaliação por pares (ex.: artigos), conforme instruções disponíveis em Asegurando a Avaliação por Pares Cega.
 

Declaração de Direito Autoral

Os Direitos Autorais para trabalhos publicados neste periódico são do periódico. Scientia Tradutionis não se responsabiliza pelos conceitos, idéias e opiniões emitidas pelos autores desses trabalhos.

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou à terceiros.