Antoine Berman, leitor do Romantismo Alemão

Simone Petry

Resumo


http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2012n11p368

O presente ensaio apresenta preliminarmente o projeto de pesquisa A tradução como obra: relações entre a leitura Bermaniana do conceito romântico de obra de arte e sua reflexão sobre tradução, que tem como objetivo principal estudar a noção de tradução como obra, nos termos em que essa noção é desenvolvida no contexto das reflexões de Antoine Berman, com ênfase na discussão de seus pressupostos críticos e teóricos − como manifestação de uma visão particular da crítica e da obra de arte no contexto do Romantismo alemão.


Palavras-chave


Antoine Berman; tradução; crítica literária; Romantismo alemão.

Texto completo:

PDF/A


DOI: http://dx.doi.org/10.5007/1980-4237.2012n11p368

Sci. Trad., © 2005, UFSC, Florianópolis, SC, Brasil, eISSN 1980-4237

Creative Commons License
Scientia Traductionis is licensed under a Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.