Orkut e hipertextualidade: a construção do sujeito em uma estrutura hipertextual de crescimento exponencial

Luiz Antônio Gracia Diniz

Resumo


Nossa proposta de estudo é refletir sobre a construção do sujeito no ciberespaço, especificamente no interior da comunidade virtual Orkut. A construção dos simulacros dispostos como avatares interfaceando as relações geradas e criadas pelos ecrãs mediante a utilização dos computadores pessoais (PCs), mostra-se de fundamental importância para a compreensão de como essa arquitetura hipertextual conduz à construção do que nomearemos sujeito digital. Para tanto e como ponto de partida, analisaremos a comunidade virtual Orkut enquanto paradigma de estrutura hipertextual a crescimento exponencial e consideraremos, como hipótese, sua estratégia construtiva como modelizadora e dissolutiva de identidades digitais. Trata-se de um dispositivo paradoxal, na medida em que de um lado, define caminhos, induz escolhas, de outro, libera, supostamente, o indivíduo de seus limites biológicos e socioculturais, apontando para a prática de um percurso hipertextual extremamente singular.

Palavras-chave


Sujeito digital; Orkut; Hipertexto; Ambientes digitais; Identidade

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x



Direitos autorais 2008 Luiz Antônio Gracia Diniz

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.