Multiculturalismo Urbano: o Fenômeno Flash Mob

Ana Lígia de Oliveira Trindade, Ewerton Luis Faverzani Figueiredo, Nádia Maria Weber Santos, Patrícia Kayser Vargas Mangan, Robson da Silva Constante

Resumo


Esse artigo levanta questões que se abrem a partir do tema da diversidade nos centros urbanos: o multiculturalismo, a tecnologia, as mobilizações e conscientizações sociais nos centros urbanos através dos eventos de flashmob. O advento da tecnologia parece ter contribuído imensamente para o multiculturalismo dos centros urbanos. Práticas contemporâneas de agregação social estão usando as tecnologias para ações denominadas de flashmob que reúnem muitas pessoas, as vezes multidões, que realizam um ato em conjunto e rapidamente se dispersam. Essas práticas podem ter finalidades artísticas, como uma performance, ou ter um objetivo mais engajado, de cunho político-ativista. Flash mob é uma aglomeração instantânea de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada que chame a atenção das outras pessoas. Esta ação se utiliza das mídias sociais para despertar o rápido interesse para causas nada convencionais. O que se produz a partir dos flash mobs são acontecimentos efêmeros que se formam e se desfazem em minutos ou, até mesmo em segundos, no espaço citadino.


 


Palavras-chave


Identidades urbanas; Multiculturalismo urbano; Flash mob; Ciberespaço; Cibercultura

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/1807-9288.2012v8n1p25



Direitos autorais 2012 Ana Lígia de Oliveira Trindade, Ewerton Luis Faverzani Figueiredo, Nádia Maria Weber Santos, Patrícia Kayser Vargas Mangan, Robson da Silva Constante

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Texto DigitalUniversidade Federal de Santa CatarinaFlorianópolisSanta Catarina, Brasil. ISSNe 1807-9288

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.