ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS PARA A CONSTITUIÇÃO DE UM BANCO DE DADOS LEXICAL PARA A ELABORAÇÃO DE DICIONÁRIOS PEDAGÓGICOS.

Autores

  • Adilson do Rosário TOLEDO UNESPAR PARANAGUÁ Docente da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução – PÓS-DOC PGET/REUNI/UFSC
  • Adja Balbino de Amorim Barbieri DURÃO Docente do Programa de Pós-Graduação em Linguística – UFSC Docente do Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução – UFSC Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem – UEL Bolsista de Produtividade do CNPq

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8420.2011v12nespp26

Palavras-chave:

Interlíngua, Dicionário, Aquisição, Aprendizagem

Resumo

Este trabalho se insere na área da Lexicografia (BÉJOINT, 2000; BORBA, 2003; WELKER, 2004; WERNER, DURÃO, RUANO, 2009; DURÃO, 2009, 2010), mais especificamente, no campo da Metalexicografia, na interface com a Linguística Contrastiva (LADO, 1957) em seu modelo contemporâneo (SELINKER, 1994; DURÃO, 2007). O objetivo funda mental desta pesquisa é a investigação de metodologia adequada para a elaboração de dicionário pedagógico contrastivo em língua materna Parte-se do pressuposto de que as estratégias de desenvol vimento de interlíngua, na aquisição/aprendizagem de crianças em fase inicial de escolarização, ficam potencializadas com o uso de dicionário pedagógico de qualidade, cujas unidades léxicas sejam originadas da própria comunidade de fala. Um dos recursos metodológicos à disposição para a construção de um Banco de Dados Lexical para este fim pode estar nos fundamentos da Teoria da Variação e Mudança Linguísticas (WEINREICH, LABOV, HERZOG, 1968; LABOV, 1972; SILVA-CORVALÁN, 1989; TARALLO, 1990). O trabalho se desenvolverá em três etapas coordenadas: análise instrumental, coleta de dados e apresentação de resultados.

Biografia do Autor

Adilson do Rosário TOLEDO, UNESPAR PARANAGUÁ Docente da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Tradução – PÓS-DOC PGET/REUNI/UFSC

Adilson Toledo é farmacêutico-bioquímico (CRF 9- 2636), professor, escritor e pesquisador da Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Paranaguá. Mestre em Lingüística da Língua Portuguesa pela UFPR, área de concentração em Sociolingüística. Doutorando em Estudos da Linguagem, área de concentração em Descrição Lingüística.Certificado pelo autor em 19/09/11

Adja Balbino de Amorim Barbieri DURÃO, Docente do Programa de Pós-Graduação em Linguística – UFSC Docente do Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução – UFSC Professora colaboradora do Programa de Pós-Graduação em Estudos da Linguagem – UEL Bolsista de Produtividade do CNPq

É Professora da Universidade Federal de Santa Catarina. Atua no Programa de Pós-graduação em Linguística e no Programa de Pós-graduação em Estudos da Tradução dessa universidade. Foi professora da Universidade Estadual de Londrina de 1994 a 2009. É Licenciada em Letras (Português-Espanhol) (1983) e Bacharel em Letras (Português-Espanhol) (1984) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Obteve título de Mestre em Letras Neolativas (Língua Espanhola e Literaturas Hispânicas) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994). Obteve título de doutorado em Lingüística em 1998 pela Universidad de Valladolid, Espanha (1998), o qual foi revalidado pela Universidade Estadual de Londrina. Realizou Pós-doutorado na Universidad de Alcalá, Alcalá de Henares, Espanha (2005). Atuou como pesquisadora: 1. Fundación Comillas, Santander, Espanha (2007), com bolsa de pesquisa da Fundación Carolina (Ministerio de Educación y Ciencia del Reino da España); 2. na Universidad de Valladolid, com bolsa oferecida por essa universidade (2010); 3. na Universität Augsburg, Augsburg, Alemanha (2008, 2009, 2011). Seus campos preferenciais de reflexão são: Língua Espanhola, Linguística, Linguística Aplicada, Ensino e Aprendizagem de Línguas Estrangeiras e Lexicografia.Certificado pelo autor em 06/06/12

Downloads

Publicado

2011-08-08

Edição

Seção

Artigos