O que é ser Manezinho?

Autores

  • Lucas Lacerda Universidade Federal de Santa Catarina
  • Dorival Gonçalves Santos Filho Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8420.2014v15n1p84

Palavras-chave:

Sociolinguística, Identidade, Manezinho

Resumo

O conceito de identidade em comunidades de fala de Florianópolis é algo bastante discutido nos últimos anos. Aprofundando essa discussão, buscamos algumas características do florianopolitano que remetem ao famoso termo “Manezinho da Ilha”. Com base em corpora orais gravados em Florianópolis, no ano 2012 (amostra Floripa – banco VARSUL), são levantados alguns trechos opinativos/informativos dos informantes de estudos qualitativos para a discussão do atual estágio da questão central deste estudo – O que é ser Manezinho? Nosso estudo partirá, primeiramente, do ponto de vista dos florianopolitanos em relação a esse controverso termo (Manezinho), uma vez que é sabido que o seu uso comumente tem servido para qualificar os nativos da cidade de Florianópolis. Mas, ao longo de muitos anos teve uso específico na designação pejorativa dos um segmento dos moradores do interior da ilha: os de baixa escolaridade, os pescadores, os artesãos etc.. Propomos, também, averiguar como diferentes comunidades de fala de Florianópolis de áreas centrais e interioranas se posicionam em relação ao tema central deste estudo.

Downloads

Publicado

2014-04-07

Edição

Seção

Artigos