Entre babel e babilônia: formas de discursivização e políticas linguísticas

Autores

  • Liliam Keide Arnhold de Azevedo Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.5007/1984-8420.2015v16n2p162

Palavras-chave:

Salvador do Sul, Imigração alemã, Cooficialização, Multilinguismo

Resumo

A vinda de imigrantes alemães para o Sul do Brasil se insere em um contexto de tensões e confrontos derivado de um quadro de instabilidades econômicas e políticas que marcaram a Europa do início do século XIX. Diante desse cenário fragmentado e plurilíngue, procuramos traçar um panorama que possa favorecer a compreensão sobre a dinâmica linguística que fundamentou a imigração para o Rio Grande do Sul, e no caso desta pesquisa em particular, para Salvador do Sul (RS). Entende-se que a oficialização de uma língua como pretexto para a proteção de uma dada cultura “germânica” implica não apenas tematizar aspectos históricos, culturais e identitários, mas considerar as rela­ções de poder que perpassam esse processo.

Downloads

Publicado

2015-12-21