Processos correlativos em Concierto Barroco: diálogo com um estilo datado

Autores

  • Rosa Maria da Silva UNESP –São José do Rio Preto

DOI:

https://doi.org/10.5007/2176-8552.2004n3p97

Palavras-chave:

Literatura cubana, Narrativa, Correlação

Resumo

 

De natureza estilística, o texto analisa, à luz de um aspecto da quarta categoria wölffliniana, transcodificada para o estatuto literário, o discurso do escritor cubano Alejo Carpentier em Concierto Barroco (1974). O enfoque recai sobre a linguagem da multiplicidade na unidade, particularmente sobre a técnica correlativa, que se manifesta em pleno vigor na narrativa carpentieriana, e revela uma fina trama de relações que sustenta, do ponto de vista lingüístico, a composição da obra como um todo orgânico e bem urdido.

 

Biografia do Autor

Rosa Maria da Silva, UNESP –São José do Rio Preto

Possui graduação em Licenciatura em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1979), mestrado em Letras (Teoria da Literatura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1987) e doutorado em Letras (Teoria da Literatura) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998). Atualmente é professor assistente-doutor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Espanhola, atuando principalmente nos seguintes campos: ensino de língua espanhola, lexicografia e e cultura espanhola.

Mais informações: Currículo Lattes - CNPq.

Downloads

Publicado

2004-01-01

Edição

Seção

Artigos