Para além do tempo de emprego: o sentido do trabalho no processo de aposentadoria

Autores

  • Betina Magalhães Bitencourt Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Administração
  • Shalimar Gallon Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Administração
  • Mariana Klein Batista Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Administração
  • Valmiria Carolina Piccinini Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Administração

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2011v13n31p30

Palavras-chave:

Aposentadoria, Centralidade do Trabalho, Sentido do Trabalho

Resumo

O trabalho é um meio essencial para a integração social e a autorrealização do indivíduo. Assim, observa-se que o momento da aposentadoria pode representar mudanças no sentido do trabalho. Essa transição pode ser encarada de modo positivo por aqueles que estão preparados para ela, entretanto, pode configurar-se em um período de incertezas e promotor de uma visão negativa dos dias que estão por vir. Dessa maneira, buscou-se analisar qual o sentido que o trabalho tem para os aposentados. O estudo consiste em uma pesquisa qualitativa com profissionais que estão se preparando para a aposentadoria e com aposentados vinculados à Fundação de uma empresa do Rio Grande do Sul. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas, nas quais se buscou identificar quais as expectativas destas pessoas perante essa nova fase da vida. Buscou-se verificar como eles enfrentam essa ruptura, já que não há mais o trabalho para se identificar e criar laços sociais ligados a ele. Os entrevistados apresentaram reações positivas em relação à aposentadoria. Alguns entrevistados, porém, expressaram a necessidade de continuar atuantes no mercado de trabalho. Outro fator de satisfação apurado na análise das entrevistas foi a preparação para essa nova fase promovida pela empresa.

Downloads

Publicado

2011-12-14