Lealdade do Consumidor e Programas de Fidelidade: uma análise topográfica do campo de conhecimento à luz da bibliometria, estatística espacial e redes sociais

Autores

  • Viviane Moura Rocha Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - FGV-EAESP
  • Mateus Canniatti Ponchio Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM-SP
  • Eduardo de Rezende Francisco Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - FGV-EAESP

DOI:

https://doi.org/10.5007/2175-8077.2015v17n41p09

Palavras-chave:

Lealdade, Programas de Fidelidade, Bibliometria, Estatística Espacial, Análise de Redes

Resumo

Apresenta-se neste artigo uma análise topográfica do campo de conhecimento constituído pelos conceitos de lealdade do consumidor e pelos programas de fidelidade, amplamente estudados nas últimas décadas e ainda relevantes à área de marketing. A partir de 250 artigos acadêmicos publicados nos últimos dez anos em periódicos científicos indexados, selecionou-se um subconjunto de 76 que continham 3.223 artigos acadêmicos referenciados. Foram tabulados e analisados os periódicos de publicação, as palavras-chave, os resumos, os autores, suas instituições de origem e as redes de citação correspondentes por meio de técnicas bibliométricas, estatística espacial e análise de redes. Os resultados permitem identificar a centralidade desses componentes no campo e os principais autores, periódicos, instituições e países intermediadores da difusão do conhecimento, o que favorece a compreensão da constituição do campo por pesquisadores e estudantes.

Biografia do Autor

Viviane Moura Rocha, Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - FGV-EAESP

Mestranda em Administração de Empresas, com especialização em Marketing, na Fundação Getulio Vargas (SP). Especialização em Administração de Empresas (CEAG) pela Fundação Getúlio Vargas e graduada em Economia pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente estuda a influência dos programas de fidelidade no comportamento de consumo. Em 2012 foi aluna especial de mestrado na Universidade de São Paulo, onde cursou a disciplina Comportamento do Consumidor. Durante a graduação, desenvolveu trabalhos na área de assimetria de informação como bolsista do CNPq. Possui 12 anos de experiência no mercado corporativo.

Mateus Canniatti Ponchio, Escola Superior de Propaganda e Marketing - ESPM-SP

Doutor em Administração pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - FGV-EAESP (2006) com Estágio Doutoral na University of Otago - Nova Zelândia (2006) e Graduado em Administração de Empresas pela FGV-EAESP (2002). Atualmente é professor titular da Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo (ESPM-SP), pesquisador do Núcleo de Estudos em Gestão Internacional - NEGI/ESPM, professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP) e Editor Científico da RAE - Revista de Administração de Empresas (FGV). Desenvolve estudos em Comportamento do Consumidor na Base da Pirâmide. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Mercadologia, atuando principalmente nos seguintes temas: materialismo, endividamento de consumo, vulnerabilidade de consumo e consumo consciente, comportamento do consumidor e pesquisa de mercado.

Eduardo de Rezende Francisco, Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - FGV-EAESP

Doutor (2010) e Mestre (2006) em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas - EAESP e possui graduação em Bacharelado em Ciência da Computação pelo Instituto de Matemática e Estatística da Universidade de São Paulo (1999). É Professor do Departamento de Informática e Métodos Quantitativos da FGV-EAESP desde 2011. Foi pesquisador visitante do Departamento de Information Science da University of Otago, na Nova Zelândia. Atualmente é colunista da Revista InfoGEO (coluna GEOInsights) e Portal de Geoinformação Mundogeo, e Consultor em Geotecnologias, Estatística Aplicada e Modelos Preditivos para Renda e Microcrédito. É coordenador de Business Intelligence do GVcepe - Centro de Estudos em Private Equity e Venture Capital da FGV. Tem experiência na área de modelos preditivos para Microcrédito, Marketing, Estatística Aplicada, Geoestatística, Demografia e Geotecnologias de maneira geral, com ênfase em Data Mining, atuando principalmente nos seguintes temas: Microcrédito, Geomarketing, Business Intelligence, Satisfação de Clientes e Integração de Tecnologias de Informação.

Downloads

Publicado

2015-04-17

Edição

Seção

Artigos