Elementos da Cultura de Inovação do Ambiente Interno que contribuem para adoção de estratégias de ecoinovação para competitividade: análise de empresas industriais do setor da construção

Marize Helena da Rosa Vendler, Marlete Beatriz Maçaneiro

Resumo


Este artigo analisa os elementos da cultura de inovação do ambiente interno, que possam contribuir para a adoção de estratégias de ecoinovação na indústria da construção, como fator de competitividade organizacional. Trata-se de uma pesquisa descritiva e exploratória, de abordagem qualitativa, desenvolvida em cinco empresas, adotando-se as técnicas de análise de conteúdo e de triangulação. Para a análise dos dados, foram definidas as categorias: elementos da cultura de inovação do ambiente interno “crenças e valores”; “estrutura”; “estímulo à inovação”; “comunicação aberta”; e elementos resultantes “estratégias de ecoinovação” e “competitividade organizacional”. Os resultados apontam que os elementos culturais apresentam fontes que orientam comportamentos e estratégias ambientais e inovadoras para propósitos ecoinovadores, principalmente os elementos “estímulo à inovação” e “estrutura”, os quais conduziram o surgimento de ecoinovações. Constatou-se que os gestores das empresas entendem que as estratégias de ecoinovação contribuem para a competitividade organizacional, uma vez que garantem a predileção dos clientes.


Palavras-chave


Elementos da Cultura de Inovação do Ambiente Interno; Estratégias de Ecoinovação; Competitividade organizacional; Setor da Construção.

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.