Multinacionais brasileiras: o papel da tecnologia na conquista do mercado externo

Eva Stal

Resumo


O trabalho tem como objetivo mostrar a importância do processo de internacionalização de empresas de países em desenvolvimento, que enfrentam a competição global, uma vez que a produção fora do país ajuda a estimular as exportações de matérias-primas, componentes e produtos acabados, sobretudo em setores industriais produtores de bens diferenciados e de maior conteúdo tecnológico. Além disso, a exposição a mercados mais exigentes facilita a incorporação de novas tecnologias e a capacitação de pessoal. Com base nas teorias comportamentais e econômicas que explicam o processo de internacionalização de empresas, foi realizado estudo de caso na empresa Sabó, do setor de autopeças, e uma das poucas empresas nacionais que sobreviveram à abertura econômica do país, a partir de 1990, devido ao seu caráter inovador, que lhe permite competir com as maiores empresas do ramo no mercado internacional. Conclui-se que, quando as empresas possuem um forte ativo, no caso a tecnologia inovadora, as teorias econômicas explicam melhor o sucesso internacional.

Palavras-chave


Internacionalização; Inovação; Empresas multinacionais; Desenvolvimento tecnológico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5007/%25x

Revista de Ciências da Administração, Universidade Federal de Santa Catarina, Departamento de Administração, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial da Revista RCA, encaminhe um e-mail para rca.cse@contato.ufsc.br

ISSNe 2175-8077    ISSN 1516-3865

Licença Creative Commons
This obra is licensed under a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.