Michel Foucault e a "História da Loucura": 50 anos transformando a história da psiquiatria/ Michel Foucault and the "History of Madness": 50 years changing the history of psychiatry

Conteúdo do artigo principal

Eduardo Henrique Guimarães Torre
Paulo Amarante

Resumo

Compreendendo a psiquiatria como peça de poder na estratégia de controle e dominação/sujeição do indivíduo dito ‘louco’, e como uma nova forma de percepção social da experiência da loucura, então capturada pela ‘medicina mental’, a obra “História da Loucura na Idade Clássica”, de Michel Foucault, completa 50 anos, revolucionando nossa compreensão sobre a loucura e as relações entre razão e desrazão na constituição da subjetividade ocidental. Através de uma abordagem metodológica diferente daquela tradicional, e nos permitindo uma análise e uma investigação do efeito-instrumento que é a implantação dos desvios psicopatológicos e seus efeitos de poder, decifra-se como a doença mental foi produzida por meio do paradigma psiquiátrico em seus saberes e instituições fundantes, transformando a experiência individual e coletiva da loucura. Também fundamental se torna compreender a atualidade desta obra e sua potência para orientar nossas transformações em curso no campo da saúde mental, nos processos de Reforma Psiquiátrica e inovação nas políticas e serviços que estão sendo construídos pelos atores sociais pertinentes no lidar com a loucura, buscando produzir um novo lugar social para o sofrimento mental e o diferente.

ABSTRACT Understanding the Psychiatry as piece of control strategy in power and domination/submission of individual called ' crazy ', and as a new form of social perception of the experience of madness, then captured by the 'mental medicine' conceptions, the work "History of Madness in the Classical Age", of Michel Foucault, complete 50 years, revolutionizing our understanding about madness and the relations between reason and irrationality in the constitution of Occidental subjectivity. Through a different methodological approach, and proceeding to analyze and research the effect-instrument which is the “implantation of psychopathologic deviations” and its effects of power, deciphers as mental illness was produced through the psychiatric paradigm in its knowledge and institutions, transforming the individual and collective experience of madness. Fundamental also becomes understanding the timeliness of this work and its power to drive our ongoing transformations in the field of mental health, Psychiatric reform processes and innovation into policies and services that are being built by the relevant social actors in dealing with madness, seeking to produce a new social place for mental suffering and the different.

Detalhes do artigo

Como Citar
TORRE, Eduardo Henrique Guimarães; AMARANTE, Paulo. Michel Foucault e a "História da Loucura": 50 anos transformando a história da psiquiatria/ Michel Foucault and the "History of Madness": 50 years changing the history of psychiatry. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 3, n. 6, p. 41–64, 2012. DOI: 10.5007/cbsm.v3i6.68499. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/68499. Acesso em: 22 jul. 2024.
Seção
Artigos originais

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)