Do Fundo do Inconsciente: Promovendo a Saúde Mental por meio do Teatro

Autores

  • Mahamoud Baydoun Fundação Universidade Federal de Rondônia
  • José Juliano Cedaro Fundação Universidade Federal de Rondônia

Palavras-chave:

Saúde Mental, Atenção psicossocial, Reforma psiquiátrica.

Resumo

Este relato discorre sobre o projeto de oficinas de teatro Do Fundo do Inconsciente desenvolvido em um Centro de Atenção Psicossocial CAPS II da cidade de Porto Velho, Rondônia. Abordam-se as fronteiras entre a arte e a saúde mental, ressaltando o papel crucial que a arte exerce como mediador do processo de integração social das pessoas com sofrimento psíquico. Destaca-se, além disso, que o projeto abriu novas conjecturas frente à compreensão das relações entre a arte e a loucura, possibilitando reformulações nos paradigmas referentes às pessoas com sofrimento psíquico. Nesse sentido, foi possível que os participantes reavaliassem sua própria imagem, refletissem sobre o conceito de liberdade e utilizassem experiências de vida como fonte de criação artística.

 

Biografia do Autor

Mahamoud Baydoun, Fundação Universidade Federal de Rondônia

Acadêmico do décimo período de psicologia da Fundação Universidade Federal de Rondônia. Membro do Centro de Estudos e Pesquisas da Subjetividade na Amazônia (CEPSAM).

José Juliano Cedaro, Fundação Universidade Federal de Rondônia

Psicólogo. Professor da graduação e do mestrado em Psicologia da Universidade Federal de Rondônia (UNIR). Realiza pesquisas e executa projetos de extensão universitária na área da Psicologia da Saúde. Graduação (UNIR: 1989-1993), Mestrado (USP: 1997-2000), Doutorado (USP: 2001-2005), Pós-doutorado (USP: 2011- 2012)

Downloads

Publicado

2020-08-27

Edição

Seção

Artigos de pesquisa