Trabalho em rede multirprofissional e a interdisciplinaridade: uma proposta na formação de trabalhadores que desenvolvem o cuidado em saúde mental

Conteúdo do artigo principal

Teresinha Clarete Testoni Nogueira
Maria de Fátima Campos

Resumo

O trabalho interdisciplinar e em rede, contribui para o cuidado integral em saúde mental. Este trabalho apresenta a experiência da ESTSUS Blumenau/SC, escola pública vinculada à Secretaria Municipal de Saúde de Blumenau, na oferta do Aperfeiçoamento em Saúde Mental com carga horária de 200h. O Aperfeiçoamento tem por objetivo instrumentalizar os profissionais de saúde para um cuidado reflexivo, a partir da contextualização histórica, política e social do campo da Saúde Mental, do cuidado na perspectiva da integralidade no trabalho em rede e em equipe. Os eixos desenvolvidos foram: aspectos epistemológicos, históricos, sociais, políticos da saúde mental; as políticas de atenção à saúde mental e a organização do cuidado na saúde mental. Até 2015 foram concluídas seis turmas, na área de abrangência da Escola, com a participação de 31 dos 53 municípios, totalizando 173 egressos. Participaram categorias profissionais: Psicologia, Serviço Social, Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Fisioterapia, Odontologia, Educação Física, Terapeuta Ocupacional, Auxiliar e Técnico em Enfermagem, inseridos nos serviços de saúde da atenção básica, da média e alta complexidade. A vivência multidisciplinar das turmas trouxe a compreensão das diferentes realidades e de saberes possibilitando aprendizagem significativa. Todos os profissionais avaliaram positivamente a organização do curso de forma multiprofissional, assim possibilitou a reflexão da interdisciplinaridade para a transformação das práticas. Constatou-se que o trabalho em equipe reforça o sentimento de inclusão e comprometimento para rupturas de concepções e a promoção de mudanças para a saúde mental.

Detalhes do artigo

Como Citar
NOGUEIRA, Teresinha Clarete Testoni; CAMPOS, Maria de Fátima. Trabalho em rede multirprofissional e a interdisciplinaridade: uma proposta na formação de trabalhadores que desenvolvem o cuidado em saúde mental. Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/Brazilian Journal of Mental Health, [S. l.], v. 8, n. 18, 2016. DOI: 10.5007/cbsm.v8i18.69439. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/cbsm/article/view/69439. Acesso em: 26 fev. 2024.
Seção
Resumos