Relações de poder em casos de dependência de álcool e outras drogas: uma reflexão

Autores

  • Fabiola Stolf Brzozowski Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS.

Palavras-chave:

Poder, Michel Foucault, Transtornos Relacionados. ao Uso de Substâncias, Assistência ao Paciente, Relação profissional de saúde-paciente.

Resumo

O objetivo deste artigo é discutir as questões de poder na relação entre profissional de saúde e paciente, no tratamento da dependência química, e refletir sobre as consequências da assimetria aí presente. Para tanto, primeiramente apresentamos alguns conceitos referentes à microfísica do poder, trabalhada por Michel Foucault. Esses conceitos são fundamentais ao entrarmos na discussão específica da dependência de álcool e drogas. Defendemos uma mudança na forma de atenção para pessoas que procuram tratamento para a dependência que vai ao encontro das propostas do Sistema Único de Saúde (SUS): relações de escuta, horizontalizadas, que levem em consideração a pessoa que procura ajuda, com a criação de vínculo.

Biografia do Autor

Fabiola Stolf Brzozowski, Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões, Erechim, RS.

Departamento de Ciências da Saúde

Downloads

Publicado

2020-08-27

Edição

Seção

Artigos de pesquisa