Diagnóstico e análise para a implementação do modelo PMS em uma indústria calçadista

Marcia Athayde Moreira, Everton Alain de Melo

Resumo


Uma das opções que a literatura sugere para auxiliar desafios na avaliação de desempenho advém dos estudos dos sistemas de controle gerencial (SCG), que têm se mostrado um importante mecanismo para auxiliar na avaliação de desempenho dos processos de negócios. Diante desse fato, este estudo tem por objetivo analisar quais seriam as dificuldades e os possíveis benefícios que a implementação do modelo performance management systems – PMS de Ferreira e Otley (2009) poderiam oferecer para a avaliação de desempenho estratégico e operacional. Para tal, se realiza um estudo de caso em uma indústria de calçados de grande porte. Os resultados apontam que as principais dificuldades foram: identificação dos fatores chave de sucesso; identificação das medidas chave de desempenho; criação de uma política de recompensa ou sanção para os resultados. Já para os benefícios esperados, os resultados inferem que a implementação promoveria: maior integração entre a estratégia e as operações; a criação de estratégias de negócios mais consistentes; a medição correta do desempenho; e um melhor cumprimento dos objetivos traçados.


Palavras-chave


Sistema de Controle Gerencial; Performance Management Systems; Avaliação de Desempenho

Texto completo:

PDF/A

Referências


AGUIAR, A. B.; PACE, E. S.; FREZATTI, F. Análise do Inter-relacionamento das Dimensões da Estrutura de Sistemas de Controle Gerencial: um Estudo Piloto. Departamento de Contabilidade e Atuária da FEA/USP, São Paulo – SP., Brasil. 2009.

ALVES, A. B. Desenho e uso dos sistemas de controle gerencial e sua contribuição para a formação e implementação da estratégia organizacional. (Dissertação de mestrado). Universidade de São Paulo - USP, São Paulo – SP., 2010.

ANTHONY, R. N. Contabilidade gerencial: uma introdução à contabilidade. Ed. Atlas: São Paulo – SP., 1976.

ANTHONY, R. N; GOVINDARAJAN V. Sistemas de Controle Gerencial. 12. ed. Ed. Mcgraw Hill Brasil: Porto Alegre – RS., 2008.

CANDIDO, A. C. Inovação disruptiva: Reflexões sobre as suas características e implicações no mercado. Research Centre on Enterprise and Work Innovation. Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Lisboa. Portugal. 2011.

COLLIS, J.; HUSSEY, R. N. Pesquisa em Administração. 2. ed. Ed. Bookman, Porto Alegre – RS., 2005.

DeLONE, W. H.; McLEAN, E. R. The DeLone and McLean model of information system success: A ten-year update. Journal of Management Information Systems, v. 19, n. 4, Spring, 2003.

DRUKER, P. F. Managements new role. Coleção Harvard de Administração. Ed. Nova Cultural. São Paulo – SP., 1986.

FLAMHOLTZ, E. Effective organizational control: A framework, applications, and implications. European Management Journal. v.14. n. 6, 1996.

GOMES, J. S.; SALAS, J. M. Controle de gestão: uma abordagem contextual e organizacional. Ed. Atlas: São Paulo - SP., 1999.

HERATH, S. K. A framework for management control research. Journal of Management Development, v. 26, n. 9, 2007. DOI: 10.1108/02621710710819366.

HOFSTEDE, G. The Poverty of Management Control Philosophy. The Academy of Management Review, v. 3, n. 3, jul., 1978.

JOHNSON, H. T.; KAPLAN, R. S. Relevance Lost: The rise and fall of management accounting. Harvard Business School Press. 1987.

KAPLAN, R. S. New systems for measurement and control. Tijdschrift Voor Economie en Management, v. XXXVI, 1991.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Kaplan e Norton na prática. Ed. Elsevier, Rio de Janeiro – RJ., 2004.

KINDALL, A. F; GATZA, J. Positive program for performance appraisal. Coleção Harvard de administração. Ed. Nova Cultural. São Paulo – SP., 1986.

LEÃO, A. L. M. S.; MELLO, S. C. B. Institucionalização como mecanismo de controle em marketing. Revista de Administração Contemporânea, v. 14, n. 2, mar/abr., 2010. http://dx.doi.org/10.1590/S1415-65552010000200005

LORANGE, M. S.; MORTON, S. S. Management control systems: A conceptual framework. July, 1974.

MAGRETTA, J. Entendendo Michael Porter: O guia essencial da competição estratégica. Ed. HSM, São Paulo – SP., 2012.

MALMI, T.; BROWN, D. A. Management control systems as a package: Opportunities, challenges and research directions. Management Accounting Research, v. 19, 2008. https://doi.org/10.1016/j.mar.2008.09.003

MARTINS, G. A.; THEÓPHILO, C. R. Metodologia da investigação científica para ciências sociais aplicadas. Ed. Atlas, São Paulo – SP., 2009.

MENDES, D. A. P.; SILVA, C. E.V; SILVA, J.A.; GOMES, J.S. Controle Gerencial em Empresas Brasileiras Internacionalizadas: O Caso do Bob´s. In: XXVI Encontro Nacional da Associação dos Programas de Pós-graduação em Administração (ENANPAD). Salvador, BA, 2002. Anais... Salvador – BA., ISSN: 2177-2576.

MERCHANT, K. A.; VAN der STEDE, W. A. Management Control Systems: performance measurement, evaluation and incentives. Financial Times, 2001.

MONTGOMERY, C.; PORTER, M. E. Estratégia: A busca pela vantagem competitiva. Ed. Campus, Rio de Janeiro – RJ., 1998.

MORO, J. R. Implantação de um sistema de informações gerenciais numa empresa familiar da área da saúde, com reduzida estrutura. Dissertação de Mestrado. Universidade Presbiteriana Mackenzie. São Paulo, 2014.

OTLEY, D.; FERREIRA, A. The Design and use of management control systems: An extended framework for analysis. In: 2ª Conference on Performance Measurement and Management Control, France, 2005.

OTLEY, D.; FERREIRA, A. The Design and use of management control systems: An extended framework for analysis. Management Accounting Research, October, 2005. DOI: 10.2139/ssrn.682984.

OTLEY, D. Performance management: a framework for management control systems research. Management Accounting Research, v.10, n.4, 2009. DOI: 10.1006/mare.1999.0115.

PRAHALAD, C. K.; HAMEL, G. The core competence of the corporation. Harvard Business Review, 1990.

SIMONS, R. Accounting control system and business strategy: an empirical analysis. Accounting, Organizations and Society, v. 12, Great Britain, 1987. https://doi.org/10.1016/0361-3682(87)90024-9

SIMONS, R. The role of management control systems in creating competitive advantage: new perspectives. Accounting Organizations and Society, v. 15, Great Britain, 1990. https://doi.org/10.1016/0361-3682(90)90018-P

SIMONS, R. How new top managers use control systems as levers of strategic renewal. Strategic Management Journal, v. 15, n.3, 1994. DOI: 10.1002/smj.4250150301

SOUSA NETO, J. A.; MARTINS, H. C. Finanças corporativas: Práticas e estudos de caso. Ed. Elsevier Rio de Janeiro – RJ., 2010.

TAVARES, M. C. Gestão estratégica. 2. ed. Ed. Atlas: São Paulo – SP., 2000.

YIN, R. K. Estudo de caso. Planejamento e métodos. 2. ed. Ed. Bookman: Porto Alegre - RS, 2001.




DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8069.2017v14n32p157



Locations of visitors to this page

R. Contemp. Contab., Florianópolis, Brasil. ISSN (impresso)1807-1821 - ISSN (eletrônico) 2175-8069