Em águas turvas: navios negreiros na baía de Paranaguá

Autores

  • José Augusto Leandro UFSC

Palavras-chave:

Tráfico de escravos, Baía de Paranaguá, protesto marítimo

Resumo

Este artigo amplia o leque de informações sobre a baía de Paranaguá como local de operações ligadas ao infame comércio, seja como porto de desembarque de africanos, seja como lugar de aparelhamento de navios negreiros para viagens transatlânticas durante o periodo de 1831 - 1850. utiliza-se para tanto, documentação jurídica ainda não explorada sobre o tema do tráfico de escravos na praça local, como autos de ratificação de protesto marítimo

Downloads

Publicado

2002-01-01

Edição

Seção

Esboços